M.Embajadora

M.Embajadora
De buena cepa

jueves, 21 de marzo de 2019

“FEVINO” CONVOCA EL PRIMER CONCURSO DE ESPUMOSOS, AUGARDENTES E LICORES, ROSADOS E VERMÚS GALEGOS


Habrá un jurado profesional y también votación del público

. El IV Salón Profesional del Vino Fevino, que se desarrollará en Ferrol los días 4 y 5 de junio, será el escenario del primer concurso de espumosos, aguardientes y licores, rosados y vermús gallegos. Los organizadores del evento quieren, con la convocatoria de este certamen, dar un paso adelante en el reconocimiento a la excelente y creciente producción de bebidas espirituosas. El certamen lleva por título “Os espíritos do viño” y cuenta con cuatro categorías: -“A maxia” para los espumosos. -“O último alento” para aguardientes y licores tradicionales -“A alma” para los vinos rosados -“A esencia” para los vermús En todas ellas habrá premio del público, al que se invitará a valorar las diferentes variedades a través de unas fichas, y de un jurado profesional dirigido por la sumiller Mercedes González, en el que participarán técnicos de las cinco denominaciones de origen gallegas y los expertos en análisis sensorial Mar Vilanova, Cristina Mantilla, Sergio Yáñez, Sandra Cortés, Pablo Estévez y Carmen Fernández. El concurso “Os espíritos do viño” acentuará el protagonismo de la viticultura gallega y atlántica en Fevino, que en la edición de este año contará también con un “Túnel del vino gallego” con más de 200 referencias de las Denominaciones de Origen Rías Baixas, Ribeiro, Ribeira Sacra, Monterrei y Valdeorras.


El IV Salón Profesional del Vino Fevino se desarrollará en la sede de Afundación de la ciudad naval, un edificio emblemático situado en el centro de la ciudad. Durante dos días, el 4 y 5 de junio, se convertirá en un gran escaparate para el mundo del vino, con la presencia de más de 200 bodegas y más de 2.000 referencias y la celebración de catas únicas, como será la de vinos de 100 puntos Parker que dirigirá Luis Gutiérrez y otra vertical de vinos del Bierzo con el enólogo Raúl Pérez. Este último forma parte de la nómina de seis personalidades que este año recibirán los premios “Los guardianes del vino”. Junto con Raúl Pérez, estarán en Fevino para recoger este reconocimiento Vicente Cebrián, presidente de la bodega Marqués de Murrieta; Mar Vilanova, investigadora en Viticultura del CSIC; Víctor de la Serna Arenillas, periodista y crítico gastronómico; Amaya Cervera, fundadora del portal Spanish Wine Lover, y la marca de copas Riedel. Fevino tiene actualmente abierto el plazo de inscripción tanto en el certamen “Os Espíritos do Viño” como en el propio salón profesional. Las bodegas que quieran participar en la exposición y los profesionales que deseen asistir al evento pueden inscribirse a través de la página web www.fevino.es.




martes, 12 de marzo de 2019

#maridanzasnoentroido en Valdeorras, gran difusión y éxito en su primera convocatoria



Se cierra la I edición del concurso #Maridanzanoentroido de la XX Xornada Gastronómica do Entroido.
Sumamente placenteras las experiencias gastronómicas y como no felicitar a los galardonados





 Agradecer a los restaurantes participantes su colaboración y buen hacer


PUBLICACIÓN “GANADORES DEL CONCURSO”: CCA, AEVA y Ruta del Vino de Valdeorras

 Publicación en Facebook de AEVA:
https://www.facebook.com/AEVAValdeorras/posts/10156962610102310
Publicación en Facebook de CCA:
https://www.facebook.com/OBarcoCentroComercialAberto/posts/37430498315049
0
 Publicación en Facebook de Ruta del Vino:
https://www.facebook.com/RutadelVinoValdeorras/posts/2422127961165973

NOTICIA DE O SIL

O XURADO DO I CONCURSO DE MARIDANZA DO BARCO PREMIA AOS

RESTAURANTES PIQUIÑO E IL PIACERE

 Link de la noticia: https://www.osil.info/o-xurado-do-i-concurso-de-maridanza-do-
barco-premia-aos-restaurantes-piquino-e-il-
piacere/?fbclid=IwAR1QqzHatXvxiSB6hUgUB-
NInnMJW9s6aXTGwd3IZzLOaLL_ykjlFh4_Yk4
 Publicación en la Web de AEVA:
https://empresariosdevaldeorras.com/aeva/noticias-de-valdeorras/
 Publicación en Facebook de AEVA:
https://www.facebook.com/AEVAValdeorras/posts/10156964001247310

NOTICIA DE LA VOZ DE GALICIA

EL CONCURSO DE MARIDANZA DE O BARCO YA TIENE GANADORES
 Link de la noticia: https://www.lavozdegalicia.es/noticia/ourense/o-barco-de-
valdeorras/2019/03/11/concurso-maridanza-barco-
ganadores/00031552324649316226553.htm

 Publicación en Facebook de CCA:
https://www.facebook.com/OBarcoCentroComercialAberto/posts/374532143127774

 Publicación en la Web de AEVA:
https://empresariosdevaldeorras.com/aeva/noticias-de-valdeorras/

NOTICIA DE CREANDO TU PROVINCIA

IL PIACERE Y PIQUIÑO SE HACEN CON EL ‘I CONCURSO DE

MARIDANZA’

 Link de la noticia: https://www.creandotuprovincia.es/il-piacere-y-piquino-se-hacen-
con-el-i-concurso-de-maridanza.htm
 Publicación en la Web de AEVA:
https://empresariosdevaldeorras.com/aeva/noticias-de-valdeorras/
 Publicación en Facebook AEVA:
https://www.facebook.com/AEVAValdeorras/posts/10156964162857310
 Publicación en Facebook Ruta del Vino:
https://www.facebook.com/RutadelVinoValdeorras/posts/2422937841084985

NOTICIA DE GALICIA DE VINOS

BUENA ACOGIDA DEL ‘I CONCURSO DE MARIDANZA’ DE

VALDEORRAS

 Link de la noticia: https://www.galiciaenvinos.es/vinos/noticias/buena-acogida-del-
%27i-concurso-maridanza%27-de-valdeorras-que-ya-tiene-ganadores.html
 Publicación en la Web de AEVA:
https://empresariosdevaldeorras.com/aeva/noticias-de-valdeorras/
 Publicación en Facebook de AEVA:
https://www.facebook.com/AEVAValdeorras/posts/10156964120997310
 Publicación en Facebook de Ruta del Vino:
https://www.facebook.com/RutadelVinoValdeorras/posts/2423227701055999

NOTICIA DE SOMOS COMARCA

MERCEDES GONZÁLEZ: «EN VALDEORRAS SE MARIDA MUY BIEN»

y por no perder la Onda , cerramos estas pinceladas con Valdeorras en la 
Onda:https://www.ivoox.com/entrevista-a-sumiller-mercedes-gonzal?fbclid=IwAR229HjGRzv7jgZqKCGS8upFBmT_gaOe8xNmfTdn_xjPSnPbDf29lOVXSPI

domingo, 3 de marzo de 2019

Esposende serve Sabores do Mar durante o mês de março em 41 restaurantes


Esposende serve Sabores do Mar durante o mês de março em 41 restaurantes
1.      Março com Sabores do Mar

Ao longo  dos 20 anos do “Março com Sabores do Mar”, o desafio de inovar e reinventar esteve  sempre  na agenda.  Se inicialmente,  o grande objetivo da programação  visava fundamentalmente a promoção  da oferta da nossa restauração, e toda a cadeia de valor associada aos produtos  do mar e rios, e restantes produtos endógenos,  ao longo do tempo foram lançados novos desafios. O repto  seguinte, em 2004, foi sem dúvida o concurso gastronómico envolvendo a restauração.
Ao longo dos anos realizaram-se várias  ações de formação e oficinas dirigidas por personalidades com créditos nos vinhos, na cozinha, no serviço de mesa e outras áreas do  negócio da alimentação. O propósito era, e será  sempre, a atribuição  de notoriedade à nossa gastronomia sustentada na alimentação  atlântica.
A competitividade estimula a qualidade, tendo sido essa também uma das premissas para o lançamento dos concursos, formações e oficinas. Sublinhamos novamente os concursos porque o leque de públicos destinatários nas artes culinárias foi alargado e democrático. Este espírito de competição saudável é de salutar, e não poderia ser de outra forma. O entusiasmo de todos os intervenientes é notável, desde o “Jovem Cozinheiro Profissional da Escola Profissional”, às “Cantinas Escolares”, não esquecendo os mais novos com o Fish Chef, ou os mais novos e os mais velhos no “Peixe com Todos”, num convívio intergeracional que é muitas das vezes uma passagem de testemunho do saber fazer – e isto é extremamente importante porque um povo sem memória é um povo sem história.
A dimensão cultural e económica da gastronomia transforma-a num produto estratégico para os territórios, como é o caso de Esposende.

2.      Alimentação Atlântica
Esposende, à beira mar nascida junto ao estuário do Cávado, sempre esteve virada para o atlântico.
Ao longo dos séculos, o rio e o mar e todo o seu potencial endógeno são a base da alimentação desta comunidade do litoral norte.
Terra de excelentes hortícolas e com uma variedade de peixes de mar e rio notáveis.
Os vinhos verdes são ligeiros, suaves e aromáticos, sempre que servidos frescos são em boa hora uma apreciável companhia - e quem diria que um concelho do litoral produzisse este milagre dos vinhos às portas do mar…
Os Lacticínios de Marinhas detêm uma das melhores manteigas do mundo.
A doçaria é vasta e variada, tendo o seu maior testemunho nas Clarinhas de Fão.
A cozinha do Minho é intemporal, diversificada e sazonal, com uma identidade forte resultante de uma união entre produtos autóctones e influencia meridionalizante, centro-europeia e, ainda, marcadamente atlântica. Não podemos nunca dissociar a nossa gastronomia, da vizinha galega, dadas as suas origens e analogias.
A riqueza e variedade da nossa gastronomia, património nacional, é objeto de culto dos turistas que visitam o nosso território, afirmando de forma inequívoca que, após o clima, a simpatia do povo e os monumentos, a gastronomia e a qualidade da restauração é o que mais apreciam.
Tal como Eça de Queiroz sabiamente escreveu “Diz-me o que comes, dir-te-ei o que és”, podemos afirmar que a nossa mesa farta de peixes e mariscos e frescos hortícolas, acompanhada por vinhos verdes suaves e aromáticos, adoçada por uma Clarinha ou salgado dos Laticínios de Marinhas, representa a nossa identidade atlântica e fluvial na sua mais pura essência.


3.      Fim-de-Semana Gastronómico
Esta programação, inicialmente promovida em formato de “Domingo Gastronómico” pela extinta Região de Turismo do Alto Minho, assumiu-se como Fim-de-Semana através da atual Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal.
Os restaurantes locais que aderem convidam todos os anos, no primeiro fim-de-semana de Março, a saborear uma ementa saborosa e genuína, composta por Lampreia do Rio Cávado, vinhos verdes do concelho e Clarinhas de Fão.


4.      Sabores do Mar
XVI edição deste concurso gastronómico envolve a restauração, tendo como objetivo estimular a criatividade dos "cozinheiros" para o lançamento de pratos inovadores, renovando  a oferta dos cardápios das unidades de restauração, suportados  numa base de utilização dos produtos locais.
Muitos desses pratos ainda constam nas “cartas” da nossa restauração, o que significa que foi uma aposta ganha.


5.      Jovem Cozinheiro dos Sabores do Mar
XI edição do concurso gastronómico vocacionado para os alunos da área de restauração e cozinha da Escola Profissional de Esposende. Têm como objetivo a valorização profissional dos participantes, sendo apurados entre outros valores, as técnicas e destreza pessoal, higiene e método de trabalho.
Para além disso, pretende-se com este concurso promover do acervo gastronómico local, ligado aos peixes e mariscos dos rios e mar.


6.      Oficinas de Cozinha e Formações
Tendo como objetivo final contribuir para uma melhor qualificação dos atores locais, promovemos anualmente oficinas e formações para cozinha, e formações dirigidas ao serviço de mesa.
Convidamos reputados “chefes” e outras personalidades a ministrarem show cookings e várias ações de formação, que decorreram na Escola Profissional de Esposende e no espaço “Sabores do Mar”.

7.      Peixe com Todos
II edição do concurso popular e intergeracional que tem como objetivo a confeção de pratos tradicionais, valorizando os produtos endógenos do concelho, com destaque para os peixes e mariscos.

8.      Doces e Endógenos
II edição da Iniciativa que pretende, de forma dinâmica, promover a demonstração, degustação e aquisição de produtos locais, com destaque para os hortícolas, pastelaria, lacticínios, vinhos, licores, cerveja artesanal, entre outros.


9.      Cantinas Escolares com Sabores do Mar
VI edição do concurso que visa estimular o cumprimento dos requisitos de higiene e segurança alimentar e nutricionais aplicados às cantinas, bem como promover a criatividade e inovação na elaboração das ementas e na preparação das refeições escolares, fomentando assim o consumo de peixe.


10.  Fish Chefe
No intuito de assegurar a preservação, valorização e promoção do acervo gastronómico de Esposende, especialmente no que respeita aos pratos de peixe e mariscos, os jovens do 3.º CEB e do ensino secundário, são convidados a serem "Fish Chefes". Este concurso vai para a vai para a IV edição.


11.  A Escola vai à Lota!
Com a colaboração da Associação de Pescadores de Esposende, pretende dar a conhecer a atividade piscatória desenvolvida no concelho. Aos alunos é proporcionado conhecimentos sobre os barcos de pesca e os seus constituintes, assim como as diferentes redes, armadilhas e técnicas utilizadas, e, ainda, aprender algumas curiosidades relacionadas com a arte piscatória. Através destas visitas, as crianças ficam a conhecer o funcionamento da Lota de Esposende, percebendo o percurso do peixe até chegar ao prato, ficando ainda a saber quais os peixes mais vulgares da nossa costa e os benefícios do seu consumo.

12.  O Peixe é Fish
Com a colaboração do ISAVE - Instituto Superior de Saúde e pretendendo despertar junto dos jovens o interesse pelo consumo de peixe, na medida em que, o peixe é um dos alimentos que não deixa as crianças e jovens especialmente entusiasmadas, mas é fundamental na sua alimentação. Através de uma atividade associada às ciências experimentais, pretende-se envolver os jovens, para que estes possam perceber a importância do peixe na sua alimentação e os benefícios que este alimento apresenta para o seu saudável desenvolvimento.

13.  Espaço “Sabores do Mar”
Tenda localizada no Largo Rodrigues Sampaio (centro da cidade), onde decorrerão diversas iniciativas gastronómicas que envolverão a comunidade, ao longo do mês de março.






14.  Novidades

Publicações
“Março com Sabores do Mar: 20 anos de tradição e inovação”
Este ano, o “Março com Sabores do Mar” comemora 20 anos de realizações consecutivas. De forma a assinalarmos a efeméride para memória futura, editámos uma publicação com testemunhos de personalidades que, de forma variada, deram o seu contributo e enriqueceram a programação desta iniciativa ao longo das várias edições.

“Junco: a cesta de iguarias”.
Edição de um conto infantojuvenil da autoria de Hugo Dias e Adriana Moreira, em que o Ti Zé, a Tia Olívia, a Cesta de Junco e os produtos locais são as grandes protagonistas. Inserido numa política de promoção dos produtos locais e da educação para uma alimentação saudável, este caderno servirá para trabalhar junto da comunidade escolar infanto-juvenil.


Exposições
“Março com Sabores do mar: 20 anos de tradição e inovação”
Mostra de rua comemorativa dos 20 anos do MSM, com imagens e textos alusivos às várias edições, retratando o percurso das programações e sua evolução.

“Propostas gastronómicas com Sabores do Mar”
Durante o mês de março, no Centro de Informação Turística de Esposende, decorrerá a mostra fotográfica intitulada “Propostas Gastronómicas com Sabores do Mar”. Será uma exposição alusiva aos pratos que integram o concurso gastronómico do “Março com Sabores do Mar”, sendo uma antecâmara visual e informativa das propostas gastronómicas que poderá encontrar nos estabelecimentos aderentes.

“Águas Marinhas e os Mares de Esposende”
Trata-se de uma mostra temática da Coleção de Arte Contemporânea do Museu Municipal de Esposende, promovendo os Autores locais e a Educação pela Arte.


Seminário
“Mar de Esposende”
Seminário com o objetivo de sinalizar e valorizar do pescado e da Costa de Esposende e  afirmar a produção local hortícola.


Instalações
“Março com Sabores do Mar by AMAReMAR”
Num contexto de pareceria com o projeto de arte e comunidade AMAReMAR, a vigésima edição do MSM não poderia deixar de assinalar a efeméride através da excelente participação da oficina de Costura Criativa, cujos trabalhos vão abrilhantar o espaço urbano da cidade de Esposende, assim como também com apontamentos em Apúlia e Fão. Poderemos encontrar no espaço público urbano, simbólicas representações de espécies marinhas dos nossos rios e mar, onde a criatividade e o caráter artesanal dos trabalhos, conferem aos mesmos uma notável presença.

“Arrastados na corrente”
Evento artístico de intervenção cultural, promovido pelo Museu Municipal de Esposende e desenvolvido pelo Grupo Arte Celano, com Curadoria de Madalena Macedo. Pretende ser um projeto interventivo que funciona em simultâneo como Exposição temporária, workshop e instalação, visando todos aqueles que acreditam, ainda, que o desrespeito pela natureza não tem consequências, decididos a utilizar lixo encontrado na praia, arrastado pela maré e depositado nas areias, como um aviso silencioso de um futuro desolador, a imagem de um planeta asfixiado pela mão humana, em suma, moribundo, que importa urgentemente resgatar.
Restos de matérias de desperdícios ou lixos de pesca, plásticos vários, madeira, papel,
vidro, de tudo um pouco o mar vai vomitando na praia. Deste lixo se criará uma mensagem, através de uma instalação artística, tentando alertar para os atos criminosos que a humanidade tem vindo a praticar ao longo dos tempos sobre a Natureza sem se preocupar com as graves consequências de tais atos para a vida do planeta e, consequentemente, da humanidade, diz Madalena Macedo. O Grupo Arte Celano é constituído pelos artistas plásticos radicados no Minho Litoral, António Miranda (pintura), Luís Carvalhido (fotografia), Jorge Ferreira (fotografia), Liliana Novo
(fotografia), Mário Rebelo de Sousa (pintura e desenho), Monteiro da Silva (pintura),
Pierre-Michel de Keyn (pintura), Maria simões (performance Poesia e pintura) e
Madalena Macedo (escultura / pintura), e colaboram regularmente nas iniciativas do
Museu Municipal de Esposende.


Teatro
“Escafandro"
Em “Escafandro” imerge-se, sem fôlego, numa terra de mar. Uma terra que quem visitar, do ar ao mar, fica a amar...
Era uma vez um mergulho no amor de um Robalo por uma bela Travessa. O inusitado caso amoroso vem levantar a questão "O que estás disposto a fazer por amor?".
E a história enrola-se como onda, mar adentro, mar afora, afagando o paladar de um sabor fresco a Esposende. 
Peça da responsabilidade do grupo de teatro infantil Boca de Cena.

“Quando o Mar é mais”
Num contexto de pareceria com o projeto de arte e comunidade AMAReMAR, a criação coletiva Triumph'arte - Grupo de Teatro Comunitário de Esposende, surgida no âmbito do Projeto AMAReMAR, iniciou o seu percurso em 2016, contando no seu curriculum com três espectáculos: Mar de gente (2016), Quando o Mar é mais (2017) e Tu e Eu, e agora? (2018).
As animações realizadas para o evento Março com Sabores do Mar, e que irão itinerar durante a hora de almoço dos três primeiros domingos do mês de março, nos restaurantes aderentes, são fragmentos repescados do espetáculo Quando o Mar é mais (uma criação coletiva do grupo com direção de Hugo Cruz e Susana Madeira), que retratam as gentes de Esposende e os sabores do seu mar.




Pelo vigésimo ano consecutivo, ao longo do mês de março, os Sabores do Mar vão ser servidos à mesa dos restaurantes do concelho de Esposende. O Município de Esposende, em parceria com as unidades de restauração concelhias, leva a efeito a iniciativa Março com Sabores do Mar, com o intuito de afirmar a gastronomia/vinhos como produto estratégico e de atrair visitantes ao concelho, apostando também na valorização dos produtos endógenos e na capacitação dos agentes económicos locais.

O evento foi, hoje, apresentado publicamente, numa sessão onde marcaram presença os diversos parceiros do evento e que decorreu no Espaço Sabores do Mar, instalado no Largo Rodrigues Sampaio, no centro da cidade, que servirá de palco à realização de um conjunto de iniciativas ao longo do evento. A sessão foi abrilhantada pelo projeto AmareMar - Arte e Comunidade e contou com a colaboração da Escola Profissional de Esposende.

Na apresentação foram apresentados indicadores estatísticos, que revelam o sucesso da estratégia da ação do Município de Esposende, na promoção e dinamização do turismo, nomeadamente, no que se refere ao crescimento do número de dormidas e de hospedes, que duplicou nos últimos 5 anos e que quando comparados, em 2018, com a realidade regional e nacional, apresenta no concelho de Esposende taxas de crescimento, de cerca de 15%, em comparação com um crescimento de cerca de 5.2% para a região do Porto e Norte de Portugal. Outro dos indicadores relevantes, é a confirmação, de que o crescimento da atividade turística, aconteceu na sua maioria fora do período balnear, reduzindo desta forma a exposição do efeito sazonalidade.

“Março com Sabores do Mar é uma marca de relevo no panorama gastronómico nacional, assente em vinte anos de divulgação do património enogastronómico de Esposende”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, notando que a iniciativa pretende “envolver toda a comunidade local, com forte participação da comunidade escolar, promovendo concursos e iniciativas que incentivam o consumo de peixe”.

O evento tem subjacente uma estratégia turística, que passa por atrair visitantes ao território, proporcionando-lhes experiências diferenciadoras, por forma a que privilegiem este destino turístico, mantendo-se o combate à sazonalidade também como prioridade. Benjamim Pereira notou que “uma iniciativa que atinge a vigésima edição é porque tem valor e que sabe adaptar-se e atualizar-se permanentemente, alargando o seu alcance e envolvendo a comunidade”.

“Estamos a trabalhar focados, com o rumo bem definido”, afirmou, acrescentando que a ação do Município é alavancada por uma política municipal sólida de apoio e investimento direto em várias áreas e no apoio aos empresários. Neste contexto, referiu o forte investimento que se perspetiva, com a requalificação e valorização do território, bem com a manutenção da aposta no apoio e na promoção de eventos que proporcionam uma forte dinâmica de promoção e asseguram a atração de turistas e visitantes ao longo de todo o ano e em todo o concelho.

Concluiu expressando votos de que esta edição do Março com Sabores do Mar seja “um momento de partilha de conhecimento, de crescimento e valorização económica dos nossos empresários, mas, acima de tudo, um momento de felicidade e de usufruto das coisas boas da vida”, e manifestou agradecimentos a todos os parceiros do evento.

O Vereador do Turismo, Sérgio Mano, deu a conhecer a programação de 2019 do Março com Sabores do Mar, destacando o empenho e envolvimento dos vários parceiros na iniciativa, antevendo, assim, mais uma edição de sucesso. Num discurso otimista, deu nota dos animadores dados turísticos de Esposende referentes a 2018, que revelam o sucesso da estratégia definida pelo Município, nomeadamente no apoio e promoção de uma oferta diferenciada, exclusiva e irrepetível, como é o caso do produto turístico Caminhos de Santiago.

“Estamos a crescer cada vez mais e, sobretudo, fora do período balnear”, afirmou Sérgio Mano, acrescentando que Esposende está a apostar “numa oferta diferenciadora e criativa”. No contexto do Norte de Portugal, Esposende continua a crescer ao nível de turistas, beneficiando da saturação de destinos como o Porto, uma procura que assenta também na capacidade alargada de oferta do concelho. Em jeito de apelo, o Vereador exortou os empresários a continuarem a apostar na oferta de produtos de qualidade e, sobretudo, diferenciadores, assumindo o papel de parceiros do Município na captação de visitantes e, consequentemente, na dinamização da economia local.

Em representação da Entidade Regional Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Cristina Mendes, saudou o Município pela realização do Março com Sabores do Mar, que considerou “um evento interdisciplinar, único e um cartão de visita de Esposende, cuja virtude assenta no mote “inovar na tradição”.

“O turismo assenta na diferença e Esposende tem marcado essa diferença”, afirmou Cristina Mendes, destacando o papel do Município no desempenho turístico de Esposende e do Norte de Portugal e expressando satisfação pelos excelentes resultados turísticos de 2018. Concluiu manifestando total disponibilidade de Entidade Regional TPNP para continuar a colaborar com o Município na promoção da região.



20 anos de Março com Sabores do Mar

Na 20.ª edição do Março com Sabores do Mar participam 41 restaurantes, 20 dos quais aderem ao Concurso Gastronómico Março com Sabores do Mar, apresentando propostas inovadoras ao nível dos pratos de peixe e marisco, tal como sucede com os concursos Jovem Cozinheiro da Escola Profissional de Esposende, Cantinas Escolares, Fish Chef e Peixe com Todos. No evento participam também 20 pastelarias com produção própria.

A marcar o arranque do Março com Sabores do Mar, decorre, de 1 a 3 de março, o Fim-de-Semana Gastronómico de Esposende, convidando a saborear uma ementa saborosa e genuína, composta por Lampreia do Rio Cávado, vinhos verdes do concelho e Clarinhas de Fão.

Tendo como intuito contribuir para uma melhor qualificação dos profissionais do setor, serão realizadas oficinas e formações para cozinha, e formações dirigidas ao serviço de mesa. Reputados chefes e outras personalidades irão ministrar show cookings e várias ações de formação.

A iniciativa Doces e Endógenos irá proporcionar a demonstração, degustação e aquisição de produtos locais, com destaque para os hortícolas, pastelaria, lacticínios, vinhos, licores, cerveja artesanal, entre outros.

Nesta edição repete-se a atividade A Escola vai à Lota!, para dar a conhecer à comunidade escolar a atividade piscatória desenvolvida no concelho, bem como a iniciativa O Peixe é Fish, que visa despertar junto dos jovens o interesse pelo consumo de peixe.

A assinalar os 20 anos do evento, o Município editou o livro “Março com Sabores do Mar: 20 anos de tradição e inovação”, uma publicação com testemunhos de personalidades que, de forma variada, deram o seu contributo e enriqueceram a programação desta iniciativa ao longo das várias edições. Surge também a edição de um conto infantojuvenil da autoria de Hugo Dias e Adriana Moreira, o livro “Junco: a cesta de iguarias”. Inserido numa política de promoção dos produtos locais e da educação para uma alimentação saudável, este caderno servirá para trabalhar junto da comunidade escolar infantojuvenil.
Outra das iniciativas é a mostra de rua comemorativa “Março com Sabores do mar: 20 anos de tradição e inovação”, com imagens e textos alusivos às várias edições, retratando o percurso das programações e sua evolução.

No Centro de Informação Turística de Esposende, estará patente a mostra fotográfica intitulada “Propostas Gastronómicas com Sabores do Mar”, uma exposição alusiva aos pratos que integram o concurso gastronómico do “Março com Sabores do Mar”. O Museu Municipal apresenta uma mostra temática da Coleção de Arte Contemporânea, promovendo os Autores locais e a Educação pela Arte, intitulada “Águas Marinhas e os Mares de Esposende”

O programa inclui também o seminário “Gastronomia de Esposende: do mar à horta”, que visa sinalizar e valorizar o pescado e a Costa de Esposende e afirmar a produção hortícola local.

Concebida expressamente para o evento foi a peça de teatro “Escafandro", da autoria de Hugo Direito Dias, que será representada pelo grupo de teatro infantojuvenil Boca de Cena.

Em parceria com o projeto de arte e comunidade AMAReMAR, as animações realizadas para o evento Março com Sabores do Mar irão itinerar, durante a hora de almoço dos três primeiros domingos do mês de março, nos restaurantes aderentes.

Como forma de assinalar também os 20 anos do evento, em Esposende, Apúlia e Fão pontuam trabalhos da oficina de Costura Criativa do projeto AMAReMAR, simbólicas representações de espécies marinhas dos nossos rios e mar.

No Museu Municipal de Esposende, será desenvolvido o evento artístico de intervenção cultural, “Arrastados na corrente”, pelo Grupo Arte Celano. Trata-se de projeto interventivo que funciona em simultâneo como exposição temporária, workshop e instalação, visando todos aqueles que acreditam, ainda, que o desrespeito pela natureza não tem consequências.

Em suma, são muitas e variadas as propostas complementares ao evento gastronómico que justificam uma visita a Esposende, durante o mês de março.

De referir ainda que a cerimónia de entrega de prémios do Março com Sabores do Mar terá lugar no dia 2 de abril, pelas 15h00, no Espaço Sabores do Mar.

A programação do Março com Sabores do Mar está disponível em www.visitesposende.com.


martes, 19 de febrero de 2019

Passeig de Gourmets presenta el cartel oficial de su segunda edición

Passeig de Gourmets presenta el cartel oficial de su segunda edición


Del 14 al 24 marzo, la avenida más cosmopolita de Barcelona acerca todo su talento gastronómico al gran público

Barcelona, 19 de febrero de 2019.- Passeig de Gourmets, el festival gastronómico del Paseo de Gracia de Barcelona, presenta el cartel oficial de su segunda edición que llega del 14 al 24 de marzo. Durante diez días la cita aglutina una agenda culinaria de primer nivel, reuniendo a grandes chefs como Martín Berasategui, Carme Ruscalleda o Nandu Jubany, entre otros.

El conocido ilustrador barcelonés José Luis Merino ha realizado la ilustración de la segunda edición del festival que representa la gastronomía en su máxima esencia, rodeada de productos de temporada. El diseñador gráfico Marc Panero ha diseñado todo el grafismo del festival, dándole un aire fresco y desenfadado en esta nueva edición.

Panero y Merino repiten en Passeig de Gourmets, después de contribuir al desarrollo de la primera cita que tuvo lugar en marzo de 2018.

Diez días para comerse Paseo de Gracia
La avenida más cosmopolita de la ciudad y calles adyacentes, ofrecerán diferentes propuestas de los 18 restaurantes más destacados de la zona, en diferentes modalidades: una Ruta de Platillos, por 7 €; Menús Degustación, entre 40 y 50€; exclusivas noches A 4 Manos; y Experiencias Gourmet que mostrarán otra forma de entender la gastronomía.

Todo ello armonizado con cerveza Estrella Damm, vinos de Familia Torres, cavas de Juvé & Camps o tónicas de Royal Bliss.



En la segunda edición de Passeig de Gourmets participan 18 restaurantes:
  • Alma Barcelona (Restaurante Jardín del Alma)
  • Almanac Hotels (Restaurante Línia)
  • Cafè de la PedreraHotel Casa Fuster (Galaxó)
  • Claris Hotel & Spa (La Terraza del Claris)
  • La Vinoteca Torres
  • LomoAlto
  • Majestic Hotel & Spa (Bar del Majestic y Restaurante SOLC)
  • Mandarin Oriental, Barcelona (Banker’s Bar, Blanc y Moments)
  • Monument Hotel (Hall0 y Restaurant Oria)
  • El Principal de l’Eixample
  • Santa Eulalia (The Bistrot)
  • Sintonia
  • Restaurante Solomillo
  • Hotel The One Barcelona (Somni Restaurante & Coctelería).

Todas las actividades, platos, horarios y precios se pueden consultar a través de la página web del festival  www.paseodegourmets.com.


Estrella Damm y la gastronomía forman un tándem inseparable. El vínculo de la cerveza con la gastronomía se traduce en una apuesta constante por las mejores propuestas nacionales e internacionales, con el objetivo de activar la hostelería con actividades gastronómicas de calidad. Por ello no podía faltar en Passeig de Gourmets. Por su parte, Familia Torres aporta los vinos que armonizarán el festival, ofreciendo una propuesta única adaptada a cada uno de los restaurantes participantes. Los vinos de esta bodega familiar originaria del Penedès aúnan, desde 1870, tradición, innovación y respeto por el medio ambiente. Familia Torres forma parte de las Primum Familiae Vini, una asociación de doce familias centenarias elaboradoras de vino más reputadas de Europa.

Juvé & Camps demuestra la armonía universal del cava y la gastronomía ofreciendo sus cavas Gran Reserva junto a las diferentes propuestas de Passeig de Gourmets. La bodega, con el viñedo ecológico más importante de Catalunya, lidera la elaboración de cavas con más de 30 meses de crianza y propone que se disfruten presidiendo mesas y acompañando platos durante todo el año. Además, Royal Bliss acompañará los menús degustación y 4 manos con su gama de mixers. Esta es la opción más versátil, haciendo frente a un mundo en el que estamos acostumbrados a que nos digan qué, cómo y cuándo podemos combinar. Y es que, Royal Bliss es la llave que abre una puerta a infinitas combinaciones con las que enriquecer esa mezcla que hay en el interior de cada persona. En Passeig de Gourmets, con Royal Bliss tú eres parte de la mezcla.

Y, además, el festival cuenta con el apoyo de Rodalies de Catalunya, un servicio que pone en funcionamiento 1.000 trenes diarios que transportan a 400.000 viajeros al día. Passeig de Gourmets y su proximidad con las estaciones de Passeig de Gràcia (R2sud, R2nord, R11, R13, R14, R15 y R16) y Plaça de Catalunya (R1, R3, R4 y R12) hacen que los trenes de Renfe sean la opción más adecuada para acercarse de forma cómoda, rápida y sostenible al festival gastronómico del eje más cosmopolita de Barcelona. 
Associació Passeig de Gràcia
Dinamizar, promocionar y mejorar la imagen del Paseo de Gracia, uno de los ejes comerciales con más renombre del mundo, con una proyección nacional e internacional sobresaliente y dotado de una singularidad única por su arquitectura modernista. Estos son los principales objetivos de la Associació Passeig de Gràcia, creada en el año 1952, bajo el nombre de ‘Amigos del Paseo de Gracia de Barcelona’, con una clara vocación de defender y promover los intereses de sus afiliados y de velar por el buen estado de este bello escaparate de la Ciudad Condal.


lunes, 18 de febrero de 2019

#Xantarcumple20, encuentro de Bloggers

XX Salón Internacional de Turismo Gastronómico Xantar Encuentro de "bloggers" ha tenido lugar en Ourense del 6-10 de febrero.


Vinos y Cultura y Membajadora estuvieron presentes en dicho encuentro e iniciamos  recorrido en Perú
Un primer Showcooking en el Aula del Grupo Cuevas: “Perú Cocina Regional Piurana” donde han elaborado un   “majado de yuca” y “seco de chavelo”.

Contra reloj, como ocurre en estas ocasiones, pero haciendo gala del encanto peruano. El seco de Chavelo se asocia a un potaje falto de humedad o guiso seco aunque otras acepciones del chavelo lo asocian a distintas formas de majar el plátano.
Nos ofrecen , el aroma de lo que se necesita y basta dejarse transportar. Mucho más intenso si después tienes la oportunidad de poder sentarte a la mesa ya relajadamente con su Chef Katty Vegas Serrano, Directora del Instituto CETUGH Perú. Aferrada a una sartén caliente donde mezcla y rehoga previos aliños y secados, transformando el espacio en sonidos y exacerbando los efluvios.Plátano machacado, con toda la energía del buen gusto.
La mistura final, una conjugación de sabores que ellos dirian de una digna hija de piurano.
La faena del machado se repite también con la yuca que en breve está lista y acompañada del chicharrón. Pequeños bocados convertidos a manjares.
No puede faltar la salsa criolla y el limón piurano para acompañar estas delicias.


Si hay un taller que una no quiere perderse es el de Adrián Felipez – Restaurante “Miga” (A Coruña), al que definen como cocinero del mar y de los recuerdos. Un experto en el aprovechamiento de los recursos y que siempre remata su creación: "a probar y mojar miga". En el Aula Mar by Personal Kitchen
  “Aquí lo Hacemos Bonito”  se llama su taller ;donde evidentemente el protagonismo es para el  Bonito de Burela y sus armonías con vinos de la D.O. Valdeorras. 
Este bonito conocido también como atún blanco, amante de viajar en pandilla y que desde las Sargazos, no sin pasar por Azores, Madeira, Canarias,recorriendo el Atlántico  acaban visitando  el Golfo de Vizcaya.Frescos y muy cuidados en su pesca llegan a las lonjas de Burela y Celeiro.

Adrián capta su esencia y nos seduce con sus creaciones, paladar y texturas.
Nos inicia con una versión de una gilda, hablamos de agua de mar, frescura, emulsión de piparra, oliva gordal, salmuera....conceptos e ingredientes que acaban integrándose en un cremoso, con todo en su sitio, contrastes integrándose a la perfección. Gran ensamblaje y explosión de sabores.


Se continua de calidez, de los recuerdos a horno de leña, los ahumados, el bonito, los pimientos que buscan darle una vuelta al marmitako. Terciopelo.
A la sobremesa vuelven los recuerdos, as "sopas de cabalo cansado"( antaño los abuelos hacían sopitas de pan en vino con azúcar que levantaban el alma a cualquiera) e intensidad de los quesos hechos de excelentes leches gallegas. Así los bocados son de Bica con harina de castaña, un cremoso de queso de  tetilla de profundo sabor y una reducción de vino tinto aromatizado con pieles de naranja (un amargor final lo alarga).


Platos todos ellos que encontrarán a sus aliados perfectos el los vinos de Valdeorras, esos vinos bañados por el Sil y mimetizados con suelos de oro y pizarra para ofrecernos múltiples expresiones


En el Stand de Estrella de Galicia- Hijos de Rivera, nos esperaban sus O´Hara´s. Un paseo por Irlanda.




O´Hara´s I Pale Ale. De notas balsámicas y amargoso final que la alarga. Persistente y elegante. Predominio de lúpulo americano.Se presenta de espuma cremosa, blanca. Frescura. Cítricos y cierta tropicalidad.
O´Hara´s Iris Red. Recuerdos de área intermareal, resinosos y en clave de caramelo. El lúpulo irlandés, equilibrio en sus sabores. Muy versátil.
O´Hara´s Irish Stout. Es la hora de la cremosa, que nos trae aromas de pan tostado, café, hoja de tabaco. No le hace ascos a quesos curados, buen embutido y como no, buen chocolate.
Se ha presentado también la Asociación "Cocina Ourense", una representación de la provincia que pretenden impulsar la marca Ourense y  la enogastronomía en eventos gastronómicos.

Próximo Xeodestino: Ribeiro- Carballiño. Un cúmulo de experiencias.Piedra, aguas, vinos,el afamado pulpo, los reconocidos pimientos, el pan y si me pones hasta "los peces en el río". Con momentos para el relax o dejarse seducir por su naturaleza e historia. Medievo, castros, monasterios, judería, deportes fluviales , de aventura.....y si o si , no se vayan ustedes sin disfrutar de sus vinos y su Ruta do Viño do Ribeiro. Tanto que disfrutar que no tendrás más remedio que volver. Yo así lo hice y os lo contaré.



Este encuentro se cierra a la mesa,en el Restaurante de Brasil- Foz de Iguaçu, país invitado de esta edición
Daditos de tapioca con carne secabocados crujientes por fuera, tersos en su interior. Un toque característico se lo aporta la carne entremezclada en notas lácteas.


Caldito de Frijoles y chicharronesSuaves, especiados, notas cítricas.


Estofado de pescado con camarones y arroz blancoSencillo ,ligero. Caldo con  tomate, hinojo y vino que le dan su punto.


Osobuco con polenta.Sabroso guiso, cremosa polenta






Açaí con crema de cupuaçu .Pude saciar mi curiosidad. Me habían llamado la atención los frutos de unas palmeras , Açaizeiros,ahí estaba el Açai a pie de piscina y ahora por fin los he disfrutado en el plato. Cremoso y muy exótico. Helado de Açai y cupuaçu que si me devolvió a Foz de Iguaçú por unos instantes.Un conjunto saludable. El cupuaçu es de la familia del cacao, la planta poderosa le dicen. Pelín agrio pero suave.



y con esto y un buen cóctel......se sabe como se empieza pero no como se acaba